19  3251.3297

Localização



 

Coluna Sem Dor
Avenida Doutor Luís de Tella, 1615
Cidade Universitária II

Campinas - São Paulo CEP: 13083-000 - Brasil
(19) 3251-3297
 

 Autor: Felipe Ribeiro Mascarenhas  CREFITO-3 27386-F

                   Fisioterapeuta 

      www.colunasemdor.com.br

 

O isolamento é um estado constante dentro dos estados de disponibilidade da criança autista.
 
Para juntar-se a criança, basta fazer o mesmo que ela, imitando seus movimentos e atitudes. Mas não e só isso. Para você conseguir juntar-se com sucesso, você tem que estar livre de julgamentos, livre de pensamentos e preocupações, e você terá que descobrir o prazer em ficar com a criança, fazendo o que ela faz.
 
Independente do que ela estiver fazendo, você tem que realmente estar com ela!!! Você tem que estar alegre, empolgado e entusiasmado no que estiver fazendo.
 
Estudos comprovam que esse tipo de atividade tornam a criança mais responsiva socialmente, aumenta o contato visual, aumenta a criatividade com os brinquedos, e a criança sorri com mais freqüência.
 
Juntar-se com a criança imitando seus movimentos demonstra aceitação da sua parte, pelos gostos dela, constrói uma ligação afetiva entre os dois. Com o passar do tempo podemos entender as motivações e interesses da criança, e permite que a mesma aprenda a iniciar interações sociais espontâneas.
 
Ficar com ela sem julgamentos demonstra amizade, amor incondicional e cumplicidade. Vemos a alegria da criança desabrochando, olhares de cumplicidade e sorrisos de satisfação, de forma nunca antes visto.
 
Com o passar do tempo a criança fará mais interações sociais com você, e partirá para outros estados de disponibilidade.
 
Após algum tempo devemos celebrar com ênfase e entusiasmo cada interação social, o que dará ainda mais segurança para que a criança continue a interar-se socialmente.
 
Embora pareça simples, o juntar-se é muito mais complicado do que parece. É muito fácil nossas mentes dispersarem-se com pensamentos inoportunos, ainda mais se você estiver em uma atividade monótona e sem graça, como ficar olhando para o teto, ou ficar esfregando um pé contra o outro. O segredo é buscar todas as sensações e prazer em cada ato. Tentar sentir o que ela sente como se fosse a melhor coisa do mundo.
 
 
Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas
 
Atenção!
Se você deseja reproduzir, ou divulgar esse texto deve inserir o nome do autor e o endereço do site www.colunasemdor.com.br logo abaixo do título do texto.
 

Conheça:

 

Blog Alexandre semente de amor - (sobre autismo)

 

Blog Estudautismo

 

 

   
 NEWSLETTER
 REDES SOCIAIS

Coluna sem Dor® - Produzido por Dinamicsite